Uma das novidades do novo Windows 10 da Microsoft é… um keylogger!

Das muitas funções que o Windows 10 da Microsoft pode trazer, nenhuma é tão odiada pelas pessoas que prezam a sua privacidade como o keylogger.

Efectivamente o Windows 10, o sucessor do Windows 8.1, trás na sua versão de testes… um keylogger.
Segundo uma análise aos termos de uso – que devem sempre ser lidos, para se saber o que se está a fazer – pode-se ler que “se abrir um ficheiro, podemos obter informações sobre o ficheiro, a aplicação usada para abrir o ficheiro, e o seu tempo de uso …” e ainda “… podemos captar os caracteres digitados”.

Ler a mensagem em Inglês
“If you open a file, we may collect information about the file, the application used to open the file, and how long it takes any use [of] it for purposes such as improving performance, or [if you] enter text, we may collect typed characters, we may collect typed characters and use them for purposes such as improving autocomplete and spell check features,”

 

Poderás confirmar esta situação nesta página, onde se podem ler os termos e condições do download da versão de “testes” do Windows 10.

 

Mas espera, há mais!

Não te vás já embora, porque obter este tipo de dados não é a pior coisa. Segundo o mesmo texto, a Microsoft pode gravar os teus dados pessoais. O texto, traduzido, diz que “Exemplos de dados que podemos recolher incluem o seu nome, e-mail, interesses e preferências, navegação na web, pesquisas e históricos de ficheiros, dados de chamadas e SMS…”.

Ler a mensagem em Inglês
“Examples of data we collect include your name, email address, preferences and interests; browsing, search and file history; phone call and SMS data; device configuration and sensor data; and application usage.”

Se nada disto de preocupar, podes fazer o download grátis do Windows 10 aqui. No entanto, se esta é uma atitude com a qual não pactuas, experimenta software livre e/ou de código aberto, como o Linux.

 

Capture

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets