Mais de trinta mil e-mails de Hillary Clinton divulgados pela Wikileaks

  • ATENÇÃO – não estás seguro na net!
    Detectámos que estás a usar o IP 54.224.77.47 e que estás em Ashburn (ou perto) no país United States. Se nós conseguimos saber isto, os outros sites por onde andas também conseguem.

    Compra aqui a tua VPN profissional e navega seguro na Internet!

  • A Wikileaks divulgou dia 16 de Março mais de 30 mil emails de Hillary Clinton, candidata presidencial dos Estados Unidos da América.

    A Wikileaks, apesar do seu fundador, Julian Assange, continuar encarcerado na embaixada do Equador, tem continuado a fazer vários leaks de informação. Desta vez, obtidos através do servidor de e-mail privado da candidata à Casa Branca, enquanto ela era Secretária de Estado.

    São 30.322 e-mails e 50.547 páginas de documentos (7.570 enviados pela candidata) obtidos entre 30 de Junho de 2010 e 12 de Agosto de 2014.

    Existe algumas informações de Portugal bem como outros assuntos interessantes.

     

    Hillary Clinton censurou vídeo

    Uma leitura atenta dos e-mails mostra que Hillary Clinton trabalhou com o CEO do Google para bloquear um vídeo no YouTube. Neste e-mail pode ler-se que “[alguém] ligou de volta e disse que o vídeo não iria ser desbloqueado antes de segunda-feira”. Depois, são mostradas várias informações, redatadas, de Larry Page, CEO do Google.

    Podes ler aqui a lsita completa dos e-mails e pesquisa-los.

    Partilhe no Facebook
    Loading...