Site Cryptome queixa-se de ser atacado e censurado

Este site que funciona há 18 anos aceita documentos secretos para publicação e foi recentemente censurado.

O Cryptome pode ser considerado como uma versão “antiga” da Wikileaks. O site aceita publicar qualquer documento, mesmo que seja proibida a sua publicação por qualquer governo do mundo. O site foca-se em documentos ligados à liberdade de expressão, criptografia, segurança nacional, e segredos do Governo. No site apenas é possível a remoção de qualquer documento por ordem judicial dos Estados Unidos, mas, nos 18 anos em que o site está ao serviço, tal nunca aconteceu.

Tal como reportado e explicado num artigo do site, o site queixou-se de estar a ser “censurado e atacado” pela empresa de alojamento Network Solutions, uma empresa do grupo Web.com.
Tudo isto vem na sequência de um arquivo que continha alegadamente malware e que foi removido. Mas o site continuou offline por mais de dois dias, embora tenham sido feitas várias tentativas de contacto com a empresa de alojamento. Em vez de removerem ou tratarem o arquivo, a empresa colocou de forma imediata todo o site offline.

Por agora, o dono do site vai aguardar e ver os próximos passos, que podem incluir a mudança de alojamento.

Existem publicações quase diárias de documentos. Consulta-as em Cryptome.org.

 

Cryptome-Hacked-Attack-Script-Planted-on-Webpages

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets