A segurança da Internet em Portugal

Em 2012 alguns dos membros actuais desta empresa tiveram uma ‘talk’ no SAPO Codebits onde demonstraram as fragilidades da segurança informática em Portugal.

Quatro anos mais tarde estão de volta com novos dados sobre a segurança da Internet em Portugal. Como está a segurança do ciberespaço Português? Vamos conferir os factos:

 

Em Portugal existiam mais de 450 servidores de VNC inseguros. 60 sem qualquer tipo de password e 395 com software vulnerável que, explorando um bug, permite o login sem o uso de credenciais.
A maioria das instalações de VNC correm software WinREST, um software muito popular par a restauração.

Existem quase 90 mil servidores web em Portugal. Mas o número de servidores encriptados não chega aos 60 mil. Isto quer dizer que a transmissão de números de cartão de crédito ou passwords é facilmente obtida por hackers. Uma boa solução é usar uma VPN, mas esta deve sempre ser uma iniciativa que tem que partir dos administradores dos servidores em os colocar nos standarts mais seguros e actuais.

A vulnerabilidade conhecida como Heartbleed é também associada a SSL, e permite a um utilizador não autorizado obter dados que circulam na rede, mesmo que transmitidos de forma encriptada. A maioria dos bancos na altura da vulnerabilidade ter sido anunciada corrigiu-a em poucos dias. Mas o site MBnet, por exemplo, demorou mais de um mês a corrigir a vulnerabilidade. Este relatório mostra que, passado um ano, ainda se encontram cerca de 13% dos servidores em Portugal vulneráveis ao Heartbleed.

Estes são alguns dados que podem ser lidos no relatório publicado a 31 de Março.

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets