Polícia pede aos utilizadores do Facebook que não usem as “reacções”

A polícia belga afirmou recentemente que as reações que o Facebook implementou há alguns meses servem também para recolher dados dos utilizadores da rede.

O comunicado é datado de Março, quando as reações do Facebook ficaram disponíveis para todos os utilizadores, mas só agora está a ser divulgado pelas redes sociais.

“Ao limitar o número de botões de reacções a seis, o Facebook está a contar que expresse os seus pensamentos mais facilmente para que os algoritmos que correm no programa sejam mais eficazes”, pode ler-se no comunicado.

Por exemplo, se reagires com o botão de “tristeza” é muito provável que lhe voltem a aparecer histórias ou anúncios semelhantes no seu feed, por ter havido um envolvimento entre o utilizador e o post. O mesmo acontece quando reages com “raiva”.

Isto vai de encontro ao artigo publicado pelo Hackers Portugal com o título Este é o objetivo “secreto” do Facebook com os botões de reacções.

No artigo, indicávamos que “Quando gostas de alguma coisa no Facebook, o botão “Gosto” ou “Like” está a dizer ao Facebook que queres ver mais coisas como aquela publicação. Mas não te diz muito mais, não mostra dados reais sobre a forma do teu gosto. E é por isso que há mais botões.”

 

Vais continuar a usar os botões de reação do facebook depois de leres isto?

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets