Jovem dos Lizard Squad acusado de mais de 50.000 crimes não vai para a cadeia

Um jovem pertencente ao grupo Lizard Squad que estava condenado a mais de 50.000 crimes informáticos não vai passar qualquer tempo na prisão.

Embora tenha confessado atacar 50.700 sistemas informáticos, o jovem de 17 anos Julius “zeekill” Kivimak ficou apenas com pena suspensa durante dois anos e com a internet monitorizada pela polícia.

Os Lizard Squad ficaram conhecidos pelos ataques à Sony e PlaySatation que deixaram milhões de pessoas impedidas de jogar durante épocas festivas.

Quem não deve ter ficado muito contente terá sido Blair Strater (r000t) a quem o jovem de 17 anos fez a vida negra. Além de lhes ter roubado as suas identidades, cortou-lhes a luz e a Internet, encomendou pizzas para a casa dele e até chegou a enviar a polícia à residência com falsas informações de que um membro da família teria sido assassinado. Tudo isto durante três longos anos.

 

Apanhado por dar uma entrevista…

O hacker foi apanhado da forma mais ridícula que pode haver: por ter dado uma entrevista com a sua Webcam à Sky News.
A fama foi o seu fracasso. A partir da entrevista, foi possível identificar o menor de idade e julga-lo num tribunal da Finlândia.

Aqui fica a entrevista que ele deu e que lhe valeu a captura:

 

Achas que este hacker foi burro por querer a fama?

#tog

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets