Já ouviste falar do Blackphone?

Não se ouve falar muito deste telefone que afirma ser “NSA-proof”, mas ele existe. Por quase 700EUR consegues um equipamento, com uma versão modificada de Android, que assegura uma maior fiabilidade nas comunicações.

Mas nem tudo o que se lê no site oficial é, na realidade, o que acontece.
Na conferência Black Hat, a conferência mais popular sobre hackers e segurança informática, realizada neste fim de semana, um investigador e entusiasta de segurança conhecido no Twitter como @TeamAndIRC, conseguiu ganhar acesso root ao telefone em apenas cinco minutos.

De acordo com a informação colocada no The Hacker News, o acesso consegue-se de três formas: USB debugging, pela aplicação Remote Whipe e ao escalar privilégios do utilizador normal para root.

Embora as definições técnicas desta falhas não sejam publicamente conhecida, o THN afirma que uma das vulnerabilidades já foi corrigida.

O Blackphone é uma iniciativa das empresas Geeksphone e Silent Circle, inspirada em Android mas cujo sistema operativo se chama PrivatOS.
Tem um ecrã de 4.7′, Bluetooth 4.0, câmara de 8MP e 1GB de RA.

 

Será que este telefone é mais seguro que a maioria dos dispositivos Android?

 

MWC-Blackphone-22

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets