Google denunciou um pedófilo às autoridades depois de espiar no seu Gmail

O pedófilo, que em Agosto foi denunciado porque tinha imagens de menores na sua caixa de e-mail, foi descoberto porque o Google andava a espiar na sua conta Gmail.

John Henry Skillern foi detido em Agosto depois do Google enviar uma denúncia ao National Center for Missing and Exploited Children (NCMEC). A giogante da Internet descobriu imagens pornográficas no seu e-mail, quando John as enviava para outro amigo.
O agora detido já tinha antecedentes criminais, por molestar um rapaz de 8 anos em 1994.

Embora ninguém tenha pena do pedófilo estar agora atrás das grades, há uma pequena (ou grande) convicção de que o Gmail não é seguro: e na realidade não é.
Em 2013 a empresa indicou que os seus utilizadores “não devem ter uma expectativa em relação à sua privacidade”.
Na realidade, a publicidade que vês no teu Gmail é fruto de um “scan” que a empresa faz para oferecer uma melhor experiência – e rendimento – no campo da publicidade.

Portanto, que fique claro como a água: o Gmail não é seguro.

Um advogado da EFF – Electronic Frontier Foundation – criticou esta atitude do Google, indicando que “a pornografia infantil é má, mas e se eu decidir enviar uma ameaça a um amigo meu, o Google vai fazer-se de polítia nestas alturas? Queremos viver numa sociedade onde ás empresas se armam em polícias?”

A decisão é tua. Vais continuar a usar Gmail?

 

 

Google-spy2

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets