Ferramentas essenciais para garantires a tua privacidade online

O Hackers Portugal tem vindo há quase dois anos a dar várias dicas de segurança aos Portugueses.

Pretendemos com isto dar-vos a conhecer formas de ficarem protegidos nesta era digital que ameaça os nossos computadores, smartphones e tablets com vírus, trojans, spyware, ramsomware, etc. Mas sobretudo de instituições e empresas que fazem da tua vida digital um negócio e que te ameaçam a privacidade ao exporem ou terem acesso a dados e metadados sobre coisas que são tuas, são privadas, e que por isso não deviam essas entidades ter acesso.

Esta lista de ferramentas é uma lista, que pode vir a ser actualizada mais tarde, onde pretendemos recolher as melhores ferramentas para te progeres online.

Aqui fica a lista:

 

Encriptar chamdas e mensagens

O Signal é recomendado pelo Edward Snowden. Funciona com Internet e permite que as tuas SMS, MMS e chamadas sejam encriptadas e por isso o teu ISP ou outras entidades não sabem qual é o conteúdo dessas comunicações. Sabias que por lei, o conteúdo das tuas SMS tem que ficar guardado pelo teu operador durante um ano? Com o Signal isso não acontece.

 

Encriptar a tua ligação à Internet

Usar uma VPN (Virtual Private Server) significa que toda a comunicação que fazes na Internet passa primeiro por um servidor com uma ligação encriptada, ou seja, a monitorização do teu tráfego torna-se bastante improvável ou mesmo impossível. Existe uma VPN grátis para Android e uma VPN grátis para PC. No entanto, se pretendes uma VPN rápida e estável, existe a TorGuard que é paga (pouco mais de 5EUR por mês).

 

Encripta o teu e-mail

Ainda usas o Gmail ou o Hotmail? Isso é coisa do passado e pode-te custar caro. Sabias que o “contrato” que assinaste com o Gmail – e que leste, não foi? – permite ao Gmail ler as tuas mensagens para te mostrar publicidade contextualizada? Por outro lado, o Protonmail é um e-mail grátis, de código fonte aberto (ou seja, pode ser auditado e testado por falhas) e dá-te e-mail encriptado. Até os criadores do Protonmail, devido à arquitectura criada, não conseguem saber que e-mails tens lá dentro.

 

Encripta o teu disco rígido

O que acontece se te roubarem o PC? Provavelmente acedem sem dificuldade a todo o teu conteúdo. Mas, se usares o VeraCrypt para encriptar o teu computador (em Windows) ou as ferramentas que já vêm com Linux (por exemplo, no Ubuntu, entre outros) o teu disco fica a salvo. E, quem precisar de aceder ao teu PC, precisa de colocar uma password para entrar no sistema. É simples e pode ser-te útil no futuro. E se pensas em usar o software de encriptação da Microsoft, pensa duas vezes, porque não é seguro.

 

 

Protege os teus ficheiros na Cloud

O DropBox, assim como o Google Drive, entre outros, encriptam os ficheiros enquanto eles são enviados para a “cloud”. Mas depois de estarem na Cloud, ficam acessíveis a todos os que conseguirem a tua password e por vezes aos funcionários dessas empresas. O Sync é um serviço que tem “zero0 knowlage” dos ficheiros, uma vez que és tu que ficas com a chave de encriptação dos ficheiros e a empresa não consegue aceder-lhes, apenas saber quanto espaço (no total) os ficheiros ocupam.

 

Dica extra: acede ao Facebook pela Deep Web

O Facebook tem um endereço na Deep Web que podes – e deves – usar, com o Tor Browser. E deves fazer isso porque a rede social quando te logas, sabe a tua localização aproximada e o país onde estás. O Facebook é o campeão do tracking e dos anúncios contextualizados, e como o serviço é grátis o produto passas a ser tu, lucrando o Facebook milhões contigo.
O Facebook tem também acordos de transmissão de informações e dados com a Procuradoria Geral da República/Ministério Público, pelo que, basta um pedido para ficarem a saber tudo sobre ti. Ah, e há uma forma de evitar que as empresas que te mostram os anúncios no Facebook te “espiem”, sabias? 😉

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets