Este sistema operativo pode proteger-te mesmo se fores vítima de um hacker

Muitas pessoas perguntam: afinal, qual é o sistema operativo mais seguro?

A resposta varia. Normalmente apontam sempre para Linux e não para Windows, mas mesmo assim há distribuições de Linux vulneráveis e já existem “scams” e “vírus” para Linux. Afinal, o Linux dito “normal” é uma boa solução, mas não é perfeito.

E no mundo online sabemos que todos estão vulneráveis. Basta talento e as ferramentas certas.

Então qual é o sistema operativo mais seguro?

Embora essa resposta não possa ser dada de uma forma simples, sabemos que um dos mais seguros é o Qubes. E isto porque ele funciona como se cada aplicação estivesse a funcionar num único computador.

Ou seja, se fores atacado através do browser por um hacker, o teu e-mail, que corre noutro “computador virtual”, nunca será afectado.
Este sistema operativo dita a segurança por isolamento. Isolar cada uma das aplicações para que, se uma for comprometida, o sistema operativo não fique todo comprometido.

O Qubes não é bem um sistema operativo. É uma plataforma de virtualização onde podes ter vários sistemas operativos, até mesmo o Windows.

É isto que torna o Qubes diferente. Aqui fica um gráfico para perceberes melhor o seu funcionamento:

qubes-arch-diagram-1

 

Ou seja, ele cria várias máquinas virtuais para isolar cada aplicação ou conjunto de aplicações, tornando assim impossível “entrar” na aplicação vizinha.

Muitos hackers éticos usam este sistema operativo, porque qualquer máquinas virtual pode ser destruída em segundos e também porque protegem o seu trabalho “underground” da sua restante vida normal na Internet.

 

Se queres ficar a conhecer melhor o Qubes, vista o seu site oficial: qubes-os.org!

 

#protuga

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets