Como criares uma VPN só para ti em 5 minutos (e podes ter dois meses grátis)

Loading...

Há muitas vantagens em ter uma VPN apenas para ti e é neste sentido que te queremos ajudar a criar uma VPN, mesmo que tenhas poucos conhecimentos. Para isso vamos usar uma VPS (Virtual Private Server) para criar a tal VPN (Virtual Private Network). Embora este post seja para pessoas que têm poucos conhecimentos, alguns conhecimentos de servidores web e Linux.

 

Escolher o servidor

Se pretendes uma VPN em Portugal, podes usar a PTServidor. Se queres melhorar a rapidez de acesso a sites e manteres-te seguro, esta é uma boa alternativa.
Se por outro lado pretendes uma VPN no estrangeiro, podes usar a DigitalOcean. Tens localizações em San Francisco, Toronto, New York, London, Frankfurt, Amsterdam, Bangalore, Singapore. Se queres algo perto de Portugal, recomendo London.

PROMOÇÃO: Mas, como nós somos pessoas simpáticas, na DigitalOcean podes ter uma VPS de borla durante dois meses para criares uma VPN. Oferecemos-te 10USD, que podes gastar durante dois meses à borla numa VPS de 5USD (a primeira). Queres esta promoção? Então clica aqui.

Tanto na DigitalOcean como na PTServidor deves criar uma VPS com as seguintes características:
– Ubuntu 16
– 512MB de RAM

Apenas isto chega. Depois de teres comprado a VPS e de teres acesso, vais precisar do Putty para poderes ligar-te a SSH. Podes saber mais sobre isso e ver um tutorial aqui.
Vais precisar dos dados de login. O username é root, e a password é enviada para ti ou definida por ti.

Em seguida, quando estiveres ligado, deves executar o seguinte:

apt-get update
apt-get upgrade
wget https://raw.githubusercontent.com/Angristan/OpenVPN-install/master/openvpn-install.sh
chmod +x openvpn-install.sh
./openvpn-install.sh

Em seguida, vão-te perguntar algumas coisas. Responde a tudo com a opção default, exceto no DNS, onde deves selecionar os Google DNS.

O que este script do último comando faz é instalar o OpenVPN e todos os componentes necessários ao seu bom funcionamento.
Em seguida, basta usares o WinSCP para ires buscar o ficheiro de configuração. Podes ver um tutorial do WinSCP aqui. Funciona como se fosse um FTP, mas mais seguro. 🙂
Tens que ir à localização que o script indica, retirar o ficheiro. ovpn, e guarda-lo onde vais querer usar a VPN.

Por fim, uma pequena nota: cada cliente que criares (cada ficheiro) suporta apenas uma ligação. Ou seja, se quiseres usar uma VPN no tablet, PC, e smartphone, tens que criar vários ficheiros de clientes.

E como instalo isto agora?

Já tens os ficheiros? Ótimo. Agora precisas de um cliente de OpenVPN.
Podes fazer aqui o download para Windows e Linux, aqui para Android e aqui para iOS. Em qualquer cliente, deves sempre procurar a opção de importar ficheiros, para poderes importar a informação que fizeste download há pouco.

Lembra-te: tens que ter um ficheiro por cada dispositivo, se usares um para dois dispositivos uma das ligações vai cair.

Partilhe no Facebook
Loading...