BackBox – a distribuição de Linux que está a conquistar muitos hackers éticos

O Kali Linux é bom. Mas há quem diga que o BackBox é melhor.

Desenvolvido a partir do Ubuntu, outra distribuição popular de Linux, o BackBox tem várias ferramentas que te permitem efectuar testes de penetração e tornares-te num hacker ético com relativa facilidade.

O Desktop é minimalista, colocando o seu foto nas aplicações que ele contém. Desde ataques a redes Wireless, sniffers para IPs ou detectores de vulnerabilidades para websites, esta distribuição tem de tudo um pouco.

O problema com o Kali é que passar do Windows para o Linux é por vezes confuso. O BlackBox tem cerca de 75 ferramentas de hacking, e o Kali tem cinco vezes mais. É normal que fiques confuso com tanta coisa, certo?

Por isso, o BackBox é o ideal para “iniciantes” no mundo do hacking ético.

Este tópico no Quora mostra também alguns benefícios do BackBox, mas nunca desencoraja o uso do Kali.

 

Eis a lista de ferramentas principais que o Kali tem:

  • aircrack-ng
  • amap
  • armitage
  • bluediving
  • backfuzz
  • beef-project
  • binwalk
  • bleachbit
  • btftp
  • pycryptocat
  • ophcrack
  • openvas-scanner
  • openvas-manager
  • nmap
  • nikto
  • netcmd
  • medusa
  • dnschef
  • dotdotpwn
  • dumpzilla
  • easybox-keygen
  • ettercap
  • fern-wifi-cracker
  • hashcat
  • htexploit
  • reaver
  • redfang
  • setoolkit
  • sqlmap
  • truecrypt
  • zaproxy
  • wpscan
  • wireshark
  • wifite
  • whatweb
  • weevely
  • websploit
  • wapiti
  • w3af
  • truecrack
  • theharvester
  • tcpjunk

 

Preparado para usares o BackBox? Se quiseres instalar e testar primeiro numa pen USBeste guia. Para qualquer dúvida tens sempre o fórum.

O download podes fazê-lo no site oficial:

BackBox.org

Partilhe no Facebook
Loading...
Floating Widgets