Anonymous atacam homem que quer legalizar a violação de mulheres

Na última semana muito se tem falado de um “culto” que pretende, entre outras coisas, legalizar a violação de mulheres em espaços públicos.

Depois de uma indignação mundial e de eventos cancelados devido à “falta de segurança” que os eventos podiam eventualmente ter… os Anonymous decidiram atacar o líder do culto, divulgando os seus dados pessoais.

O grupo Anonymous está ligado aos actos de “vigilante” ou “justiceiro” que são praticados na Internet e este é um deles. Roosh V (nome real Daryush  Valizadeh) convicou recentemente os membros do seu culto a marcarem por todo o mundo um encontro para discutir a legalização da violação de mlhoeres em espaços públicos bem como outros assuntos.

Os Anonymous não gostaram e publicadam o seu endereço, telefone, bem como informações da sua família. Entretanto o post foi apagado pelo Facebook:

anonymous-doxes-and-forces-pro-rape-writer-to-cancel-his-meetings-2

O post teve mais de 10 mil partilhas. Existe ainda outro link com várias informações de outros sites que Roosh V tem.

Entretanto, Roosh V publicou no Twitter – que também apagou, mas ficou gravado pelo Google Cache – uma mensagem a dizer que “Seja o que for que eu tenha feito em vida, eles [a minha família] não merece ser intimidade e que lhe façam mal”.

 

Agora, com a ameaça dos Anonymous, de certeza que o Roosh V não se vai atrever a marcar um “meeting” mundial tão depressa.

Gostaste desta acção? Então partilha este artigo!

 

#protuga

 

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets