A mensagem da Apple que tu deves ler

O FBI pediu à Apple para colocar uma backdoor nos produtos Apple.
Desta forma, o FBI podia obter informações variadas sobre os produtos Apple, nomeadamente iPad, iPhone, entre outros, especialmente aquelas que estão encriptadas.

“O FBI queria que nós fizéssemos uma nova versão do sistema operativo do iPhone, que ultrapassasse várias importantes funções de segurança, e que o instalássemos num telemóvel recuperado durante uma investigação”, disse Tim Cook.

O CEO da Apple considera que, qualquer seja o nome que o FBI queira dar a esta ferramenta, isto era um “backdoor” e a Apple recusou-se a criar uma ferramenta destas.

“Acreditamos que as intenções do FBI são boas, mas seria errado obrigarem-nos a criar um backdoor nos nossos produtos”, acrescenta ainda o CEO.

 

Encriptação impede investigação criminal

Uma investigação a um ataque ao Inland Regional Center, a 12 de Dezembro do ano passado, motivou a captura de um iPhone 5 que, estando nas mãos do FBI, se encontrava encriptado. Não existindo backups remotos no iCloud, o FBI tem apenas 10 tentativas para introduzir um código verdadeiro para aceder a dados encriptados – caso contrário, os dados podem-se auto-destruir.

A investigação encontra-se por isso parada devido a este facto, e foi por isso que o FBI pediu um backdoor à Apple, que foi prontamente negado.

 

Acede à mensagem completa no seu site oficial da Apple, intitulada “uma mensagem para os nossos clientes”.

Compra aqui a tua VPN
Partilhe no Facebook

Floating Widgets